Hidrocarbonetos

  • Hydrocarbons
  • Propriedades gerais

    Os seguintes tipos de hidrocarbonetos são comumente usados como refrigerantes:

    • Propano R290
    • Isobutano R600a
    • Propileno R1270

    Diversos outros hidrocarbonetos, como, por exemplo, misturas contendo etano, propano ou butano, também são utilizados como refrigerantes.

    O propano tem sido discutido desde o final da década de 1980 como um substituto para CFCs e HCFCs. Possui uma longa história na refrigeração e, portanto, é um candidato interessante. No entanto, a sua inflamabilidade tem um uso limitado. Enquanto o isobutano (R600a) foi introduzido em eletrodomésticos em algumas partes do mundo desde o início da fase de eliminação dos CFCs, o R290 foi introduzido posteriormente e substituiu o R134a, R22 ou R404A em alguns equipamentos.

     

  • Eficiência

    Os hidrocarbonetos têm excelentes propriedades termodinâmicas e são tão bons quanto ou melhores que os refrigerantes HCF ou HCFC na maioria das aplicações.

     

  • Segurança

    Os hidrocarbonetos são altamente inflamáveis e devem ser manuseados com cuidado. Se forem utilizados com responsabilidade, os hidrocarbonetos podem ser utilizados em diversas aplicações de refrigeração e ar condicionado. Para garantir a segurança, as aplicações de hidrocarbonetos são governadas por várias regulamentações e normas internacionais, regionais e nacionais. Hidrocarbonetos poderão representar um risco de explosão apenas se a concentração estiver entre os limites de inflamabilidade inferior e superior.

    Ao seguir as normas de segurança, a concentração de refrigerante vazado não ficará acima do LFL onde as fontes de ignição podem acendê-la, mesmo em situações extremas. As precauções de segurança necessárias e o design do sistema dependem da carga dos refrigerantes. Em geral, as fontes de ignição no interior da aplicação devem ser evitadas. A maioria dos hidrocarbonetos não são tóxicos, com o principal risco de segurança proveniente da sua inflamabilidade, embora os hidrocarbonetos gasosos sejam mais pesados que o ar e isso deslocará o ar nos pulmões.

     

    R600a

    R290

    Limite inferior de inflamabilidade (LFL)

    1,8%

    Aprox. 38  g/m3

    2,1%

    Aprox. 38  g/m3

    Limite superior de inflamabilidade (UFL)

    8,5%

    Aprox. 203  g/m3

    9,5%

    Aprox. 171  g/m3

    Temperatura de ignição automática

    494 °C

     

    470 °C

     

    Limite superior e inferior de inflamabilidade

    Somente as pessoas autorizadas e certificadas para a instalação e manutenção de sistemas de refrigeração contendo refrigerantes inflamáveis devem se envolver na instalação e manutenção.

     

  • Impacto ambiental

    Os hidrocarbonetos pertencem ao grupo dos refrigerantes naturais e têm zero potencial de deterioração do ozônio e potencial de aquecimento global insignificante. Como regra, os hidrocarbonetos são subprodutos da indústria petroquímica.

     

  • Pressão e temperatura

    As propriedades de refrigeração de hidrocarbonetos, como, por exemplo, pressões, relações de pressão e temperaturas de descarga são bastante semelhantes aos de HCFC ou HFC em muitos aspectos.

     

  • Propriedades Químicas

    Os hidrocarbonetos mais frequentemente utilizados (propano e isobutano) são compatíveis com óleos e materiais padrão usados com HFCs. Uma exceção é o propeno (propileno), que não é compatível com neopreno. Consequentemente, o-rings especiais deve ser usados com este refrigerante.

     

  • Aspectos econômicos

    O custo relativo de um sistema que utiliza hidrocarbonetos depende, em grande parte, da aplicação. Em aplicações residenciais e comerciais leves, o custo do sistema é semelhante ao de sistemas com HFCs. Em aplicações de refrigeração comerciais e industriais, os sistemas com HCs tendem a ser relativamente caros devido à necessidade de invólucros à prova de explosões para equipamento elétrico, embora para as câmaras frigoríficas instaladas externamente o custo adicional para segurança seja mais modesto.

     

  • Aplicações típicas

    As aplicações típicas para hidrocarbonetos são:

    • Refrigeradores e congeladores domésticos
    • Expositores verticais de bebidas
    • Freezers de sorvetes e freezers comerciais
    • Refrigeradores comerciais
    • Resfriadores de cerveja
    • Máquinas distribuidoras de bebidas
    • Desumidificadores
    • Bombas de calor
    • Refrigeração de supermercado (em combinação com refrigeração secundária ou como uma etapa de temperatura elevada em um CO em cascata2 sistema)
    • Pequenos sistemas de ar condicionado

     

Socialize Participe

Quer socializar conosco?

Venha nos conhecer e conversar conosco